Nota

FLORINDA 🌻

Percebi que faz tempo que não posto quando vi o meu cabelo nas fotos da última receita. Gente, já mudei tanto. Já cortei, fiz ombré hair, cortei de novo e platinei, pintei de rosa e nada de post novo. Aí eu lembrei que quando criei o blog não era para ele ser só de receitas, mas um cantinho pra eu compartilhar coisas que me fazem florescer. Mudar o cabelo é uma delas.

Não sei vocês, mas eu sinto que quando mudo por fora eu posso mudar por dentro. Se sou alguém novo no exterior porque não possa me renovar interiormente?! Dizem que a mudança começa por dentro, e é verdade. Mas mudar o exterior da um gás pra essa mudança interior acontecer.

Outra coisa é a leitura, meu povo e minha pova (escutei isso e precisei usar kk), leitura me faz ser um jardim inteiro. Na verdade eu sou meio viciada, assumo. Não durmo enquanto não termino o livro, a teoria que minha cabeça formou é que os personagens dependem de mim para viver e se eu parar de ler a vida deles não continua, eles vão ficar lá me esperando pra terminar sua história. Não tem jeito, varo noite, não como, mas respeito meus amigos e lhes dou vida até que suas jornadas acabem. Então, trouxe pra vocês alguns trechos salvos que traduzem – ou não, o que eu queria dizer nesse post (que começou com minhas fases de cabelo), mas que não fluem de mim.

🌻

“Demorei muito tempo e muitas reviravoltas dolorosas das minhas
expectativas até atingir um resultado que a todos parecia evidente: que não
sou ninguém a não ser eu próprio”.
Homem invisível, Ralph Ellison.

“Ah, acho que não queria mesmo nada, de tanto que eu queria só tudo. Uma coisa, a coisa, esta coisa: eu somente queria era – ficar sendo!”.
Grande Sertão: Veredas, Guimarães Rosa.

“Quando outra virtude não haja em mim, há pelo menos
a da perpétua novidade da sensação liberta.”
O Livro do desassossego, Fernando pessoa.

“E seguiu tocando a vida. Porque, no fundo, sabia que era tudo o que podia
fazer. Viver e ter esperança.”
A Cidade do Sol, Khaled Hosseini

“Não achou resposta, as respostas não vêm sempre que são precisas, e mesmo
sucede muitas vezes que ter de ficar simplesmente à espera delas é a única
resposta possível.”
Ensaio sobre a cegueira, Saramago.

“Eu escrevo sem esperança de que o que eu escrevo altere qualquer coisa.
Não altera em nada… Porque no fundo a gente não está querendo alterar as
coisas. A gente está querendo desabrochar de um modo ou de outro”.
Clarice Lispector.

🌻

Anúncios
Imagem

Pão de queijo de batata doce – porque receita fit pode ser gostosa

Eu sei, esse blog só tem gordices e de repente quer soltar receitas mais saudáveis tipo a mousse de melão  sem açúcar ou o bolo de maçã sem glúten. Pois é, tem dias que acordo e decido que deve haver uma receita saudável que seja gostosa (normalmente esses dias acontecem quando estou com meu namorado que ama uma comidinha saudável).

E foi em um desses dias que decidimos fazer essa receita (que bela decisão), pense em um trem fácil, rápido de fazer, e principalmente, gostoso de comer haha.

Ingredientes:

200 g de batata doce cozida e amassada;
3 ovos;
2 xícaras de polvilho doce;
1 xícara de polvilho azedo;
1/2 xícara de manteiga sem sal derretida (100g)
220 g de queijo minas light (ralado grosso).

Como eu faço?

1) coloque todos os ingredientes em uma vasilha e mexa com as mãos até a massa ficar homogênea (quase uma terapia).

image
2) agora é a parte difícil 😂: faça bolinhas com a massa e coloque em uma assadeira.

image
3) Leve ao forno em fogo médio/baixo (180-220) por aproximadamente 50 minutos.
4) Retire e coma 🙌🏼

Dicas:

– Você pode fazer as bolinhas e congelar uma parte pra assar durante a semana.
– Se você gosta de um pão de queijo mais torradinho por fora e mole por dentro, asse em fogo mais alto por menos tempo.

image

Porque a gente pode até tentar ser fit, mas tem que ser comendo coisa gostosa 💛

Tem o passo a passo também em vídeo. Aproveita e já se inscreve no canal e compartilha o vídeo com os amigos fitness:

Imagem

Como fazer brigadeiro – da série passou da hora de aprender!

Sou a perfeita definição de formiga. Não tenho fome de coisas salgadas, meu estômago deseja açúcar toda hora. É só perguntar pro provo de casa, toda hora vou para cozinha caçar um docinho, quando não tem é claro que faço (não gosto de passar vontade). Minha fome de doce, na maioria das vezes, é de bolo. Mas há dias que meu desejo por doce sequer cogita esperar um bolo ficar pronto, aí eu faço o bom, maravilhoso, perfeito, amigo de todas as horas, brigadeiro 💛
Se você nunca fez, vai ver que não tem segredo. Se já sabe fazer, aposto que vai correr pra cozinha depois de ver as fotos e o vídeo dessa belezinha. Pois vamos à receita:

Ingredientes:

1 leite condensado;
1 colher de sopa de manteiga ou margarina;
3 colheres de chocolate em pó;
1 pacote de granulado.

Como eu faço?

1) Coloque todos os ingredientes (menos o granulado) na panela e leve ao fogo médio mexendo sem parar.
2) Quando começar a desgrudar da panela, eu conto um minuto e já desligo. Vai parecer que tá mole, mas não se preocupe quando esfriar vai ficar no ponto. Desse jeito ele fica aquele brigadeiro puxentinho, se gostar mais firme é só deixar mais um pouco no fogo, mas cuidado que se deixar muito ele fica esfarelando quando frio.

image

Agora, ou você já ataca com a colher ou leva na geladeira por pelo menos 4 horas pra conseguir enrolar.

Como eu enrolo?

3) Pra enrolar não tem segredo. Primeiro separe as forminhas de brigadeiro e deixe perto, despeje o pacote de granulado em um prato raso, depois escolha uma colher do tamanho que você quer que os brigadeiros fiquem.
4) Agora mãos à obra. Coloque um pouco de manteiga/margarina na mão (se for sem sal melhor) e espalhe bem pra não grudar em nada quando mexer com o brigadeiro.
5) Pegue uma colherada de brigadeiro, enrole com as mãos e vá colocando no pote com granulado.

image

6) Quando estiver um pouco cheio, espalhe bem pro brigadeiro ficar coberto de granulado e coloque nas forminhas.
Depois que terminar é só guardar em algum recipiente fechado na geladeira até a hora de servir.

image

Dicas:

Quando faço brigadeiro pra enrolar, não paro de mexer um segundo pra ele ficar bem lisinho. Agora se vou comer de colher, eu dou uma mexida e paro, mexo e paro, que daí ele forma umas pelotinhas gostosas.
Vale a pena fazer com chocolate em pó, porque não fica tão doce. Calma, fica doce! Só que fica menos e você consegue comer o pote inteiro sem ficar enjoado 🙏🏻 É talvez não seja uma boa dica haha.
Quer fazer um brigadeiro gourmet (hmmmm)?! troca o chocolate em pó por 100 g de chocolate meio amargo picado👌🏼

image

Agora você termina de ler e pensa, poxa é tão fácil que nem acredito que precisei ver uma receita. É verdade, brigadeiro é simples, gostoso e salva qualquer desejo por doce. O importante quando você fizer é sentir a textura que você gosta, se mais mole ou mais durinho, se com pelotinhas ou lisinho, é uma receita simples mas que se preparada do seu jeitinho, vai ser o melhor brigadeiro que você já comeu. ☀️🌻

Para aprender com vídeo é só dar o play aqui no YouTube (aproveita e se inscreve no meu canal e compartilha esse vídeo com aqueles amigos que passaram da hora de aprender a fazer também):

Imagem

É muito fácil fazer Pipoca Doce

Essa receita eu aprendi com meu cunhado. Aqui em casa é o maior sucesso, e apesar de eu não ser uma grande fã de pipoca (sempre irritam minha gengiva 🙄), confesso que conquistou meu coração (e minha gengiva 😂 o caramelo deixa a pipoca mais crocante, evitando que a casca do milho entre nela rs). Pipoca é algo simples, mas com esse caramelo ganha um tchan, você não precisa ficar esperando o dia do filminho para comê-la. No meu último aniversário eu fiz, coloquei um corante vermelho, servi em potinhos dourados e pronto, foi mais um doce da minha festinha.
Ideias a parte, bom mesmo é comer essa pipoca doce assistindo Netflix com quem a gente ama. Seguindo minha própria dica, foi com essa mesmo minha intenção que preparei ela pela primeira vez, pra comer com meu lindo namorado assistindo Gotham (nova série que viciei 😩). Pois vamos à receita:

Ingredientes:

Da pipoca:
1/2 xícara de pipoca;
1 colher de sopa de manteiga sem sal;
1 colher de sopa de óleo vegetal.

Do caramelo:
1 xíc. de açúcar;
100 ml de água;
1 colher de sopa de manteiga.

Como eu faço?

Pipoca doce:
1) Em uma panela alta coloque a manteiga e o óleo vegetal. Quando estiver bem quente acrescente meia xícara de milho de pipoca e mexa. Tampe e deixe os milhos estourarem (da umas mexidas com ela tampada para estourar todos os milhos). Quando parar de pipocar, retire da panela e coloque em uma vasilha grande.

Caramelo:
2) Coloque em uma panela o açúcar e a água. Mexa a panela com as mãos (não coloque colher, pois cristaliza). Leve ao fogo baixo até a calda ficar de uma cor âmbar, cor de caramelo mesmo (demora um pouco mesmo).
3) Desligue o fogo e acrescente a manteiga, mexendo até incorporar.

post 1 (2)

Finalizando:
4) Despeje a calda de caramelo sobre a pipoca e mexa rapidamente.

post 2 (2)

5) Espalhe a pipoca sobre uma forma forrada com papel manteiga e deixe esfriar. Depois é só quebrar e comer 🙏🏻.

post 3 (2)

Dicas:

– Deixe tudo pronto antes de começar. A receita é rápida e precisa ser feita assim. Então já forre a forma com papel manteiga e separe os ingredientes na medida certa.
– Comigo demorou uns 25 min pro caramelo ficar no ponto, mas isso depende de cada panela e cada fogão por isso fique atento à cor da calda 😉

Amo fazer receitas complicadas e cheias de passo à passo, elas me desafiam. Mas ultimamente o simples tem me cativado também, percebi que receitas rápidas também podem ser muito saborosas e render ótimos momentos. Acho que é como a vida, há momentos que viver significa lutar pra alcançar o que desejamos e, às vezes, viver é fazer pouco e desfrutar do que já tem ao seu lado.

post 5 (2)

Ensino a fazer em vídeo também. Dá o play e se inscreva no canal do YouTube para conhecer mais receitas:

Imagem

Bodim – Bolo de cenoura com pudim de chocolate

Devo dizer que sou suspeita pra falar dessa receita já que meu bolo favorito é o de cenoura. Acho que que sou apaixonada porque ele não é muito doce e posso abusar da calda de chocolate 😏. Mas como o ser humano sempre inova, alguém, muito querido, inventou de incrementar o bolo com um pudim de chocolate – obrigada! A primeira vez que comi ele eu devia estar com muita fome (pra não dizer que foi gula), porque comi 6 pedaços, um atrás do outro haha.
Não teve jeito, precisei fazê-lo e tenho certeza que quando você ver como é fácil também vai colocar a mão na massa. Vamos a receita:

INGREDIENTES:

Pudim:

1/2 xícara de açúcar;
1 leite condensado;
Mesma medida do leite condensado de leite;
3 ovos;
5 colheres de chocolate em pó (se for achocolatado coloque mais colheres).

Bolo de cenoura:

1 cenoura grande ralada;
2 ovos;
1/2 xíc de óleo;
1 xíc de açúcar;
1 xíc de farinha de trigo;
1/2 colher de sopa de fermento.

COMO EU FAÇO?

Pudim:

1) Caramelize o açúcar em uma forma de Pudim (se você preferir pode fazer em uma panela separada e depois derramar na forma).

image
2) No liquidificador, bata todos os ingredientes do pudim e despeje na forma já caramelizada.

Bolo de Cenoura:

3) Bata no liquidificador a cenoura, o ovo, o óleo e a açúcar por alguns minutos.
4) Acrescente a farinha e bata até incorporar, não bata muito.
5) Adicione e fermento (no liquidificador mesmo) e mexa com uma colher grande (de preferência que não seja de alumínio pra não correr o risco de machucar a hélice do liquidificador).
6) Despeje essa massa sobre o pudim e leve para assar em forno pre aquecido a 180° (normalmente chama mínima) por 50 minutos.

image

DICAS:

– Antes de tudo: não se apavore o bolo vai separar 😂. Quando eu olhava pro meu bolo tinha certeza que tinha errado e não ia dar certo, mas ficou maravilhoso.

– Não fiz ele de novo ainda, mas eu acrescentaria mais 2 colheres de chocolate em pó e faria o bolo com 3/4 de xícara de açúcar, mas ainda não fiz então não posso atestar que fica melhor.

Existem coisas que melhoram nosso dia e nossa vida. No caso de comida, pra mim, um pedaço de bolo ou um suco de laranja podem curar qualquer coisa e deixar a vida mais leve. Com esse bolo não é diferente, fui muito feliz em cada garfada 😂

Ensino a fazer em video também. Dá o play e se inscreva no canal do YouTube para conhecer mais receitas:

Imagem

O melhor cookie do mundo (limão com chocolate branco)

Eu nem sei porque eu ainda não havia postado essa receita, ela é tão fácil, tão pratica e tão repetida por mim que imagino que era meu subconsciente querendo guardar a poção secreta. Mas agora já era, divido com vocês essa receita, que nem é minha haha, é do blog da Patrícia Scarpin, (só acrescentei mais limão e diminui a manteiga).
Agora, modéstia à parte, esse cookies são os mais gostosos que existem. E pra deixar claro que não é o meu ego falando, não fui eu que constatei isso. Todo mundo que eu faço fala a mesma coisa, só falta você fazer e confirmar 😉.

Ingredientes:

200 g. de manteiga sem sal amolecida;
3/4 de xíc. de açúcar refinado;
3/4 de xíc. de açúcar mascavo;
2 ovos;
1 colher de chá de baunilha;
2 colheres e meia de suco de limão (ver vídeo);
1 colher de sopa (cheeia) de raspas de limão;
2 xíc. e 1/2 de farinha de trigo;
1 colher de chá de bicarbonato de sódio;
1/4 de colher de chá de sal;
1/4 de colher de chá de fermento em pó;
350 g de chocolate branco picado ou em gotas.

Como eu faço?

1) Despeje os açúcares e a manteiga na batedeira e bata apenas até misturar, não pode ficar um creme muito fofo.


2) Acrescente os ovos e bata mais um pouco. Coloque o suco e as raspas de limão, a baunilha e bata mais um pouco.
3) Deixe de lado a batedeira porque agora o resto você faz com uma colher mesmo.
4) Despeje farinha peneirada, o fermento e o bicarbonato e mexa até ficar uniforme.
5) Coloque o chocolate branco picado (reserve um pouco para pôr em cima), e mexa.
6) Com uma colher, ou com a mão mesmo, faça bolinhas e coloque sobre uma forma com papel manteiga.

7) Por último, coloque por cima o chocolate reservado e leve para assar em forno pré aquecido a 180° (normalmente chama mínima).

Dicas:

– Nesse calor que tá fazendo é meio difícil cortar o chocolate porque ele derrete. Daí, normalmente se sei que vou fazer o cookie eu já corto um dia antes à noite.

Na verdade, agora que você já fez eu confesso: esse cookie vai ser um problema na sua vida 😂. Por ser de limão a massa ele não é muito doce e fica impossível comer um só, digo, impossível comer só 5 haha.

Ensino a fazer em video também. Dá o play e se inscreva no canal do YouTube para conhecer mais receitas:

Imagem

Bolo de Maçã sem glúten (o preferido do namorado)

Estava visitando meu namorado na Bahia e decidimos selecionar algumas receitas para fazermos durante minha estadia. Acontece que ele é ligeiramente mais saudável que eu 😂 daí eu tive que escolher alguma receita fit entre as tantas gordinhas hehe. Pois bem, aí que entra a receita do dia. Quando vimos que esse bolo era sem glúten e mesmo assim apetitoso (ainda se usa essa palavra) automaticamente incluímos na nossa lista de receitas a fazer.

Resultado? O bolo se tornou o favorito do meu namorado. Tive que repetir a dose quando me visitou e o sucesso foi maior ainda. Na primeira vez tinha feito em uma forma redonda, dessas com furo no meio, e usado duas xícaras de aveia em flocos grandes. Já na segunda (ficou beeem melhor) usei uma forma de pão e 1 xíc de flocos finos e a outro de flocos grandes.
Para aqueles que estão no projeto verão e aos que simplesmente gostam de uma receita nova e gostosa, vamos agora para cozinha:

INGREDIENTES:

Do bolo:

1/3 de xíc. de açúcar cristal;
1/3 de xíc. de açúcar mascavo;
1/3 de xíc. de leite;
1/2 de xíc. de óleo;
1 ovo;
1 colher de chá de baunilha;
2 xíc. de aveia em flocos (1 de flocos finos e 1 de flocos grandes);
1 colher de chá de fermento em pó;
1/2 colher de chá de sal;
1 colher de chá de canela
1/3 de xíc. de iogurte;
2 maças fatiadas.

Da farofa crocante

1/2 de xíc. de aveia (flocos grandes);
1/2 de xíc. de açúcar cristal;
1/4 de xíc. de açúcar mascavo;
1 colher de sopa de amido de milho (vulgo: maisena);
1 colher de chá de canela
1/4 de colher de chá de sal;
1 colher de chá de fermento em pó;
3 colheres de sopa de manteiga.

Como eu faço?

O bolo:

1) Comece acendendo o forno à 180° (geralmente é a chama mínima) e unte ou forre com papel manteiga uma assadeira;
2) Fatie as maçãs e reserve;
3) Misture em uma vasilha o açúcar (cristal e mascavo), o leite, o óleo, o ovo e a baunilha até ficar homogêneo;
4) Em outra vasilha, misture a aveia, o fermento, o sal e a canela. Despeje essa mistura sobre a mistura dos secos e mexa até incorporar;
5) Acrescente o iogurte e mexa bem. Despeje sobre a forma e distribua a maçã fatiada sobre a massa (no meu deu duas camadas).

camadas de maçã (2)

Primeiro a camada com fatias de maçã

A farofa:

6) Misture todos os ingredientes com as mãos, até virar uma farofa. Espalhe ela por cima da camada de maçã e leve o bolo ao forno por aproximadamente 45 minutos ou até que o palito saia limpo.

farofa cobertura (2)

Por fim cobre tudo com a farofa crocante

Dicas:

– Fiz essa receita duas vezes, a primeira em uma forma com buraco no meio e a outra em uma forma de pão. Em ambas ele ficou muito bom, mas na de pão ficou mais gostoso ainda.

Sobre surpresas agradáveis: esse bolo. Quando via receitas sem glúten já imaginava algo ruim e insosso, depois dessa receita aprendi que a vida pode ser doce e gostosa seja qual for a sua alimentação. Ponto pro namorado 😉

Olha como fica a camada de maçã e a farofa

Ensino a fazer em video também. Dá o play e se inscreva no canal do YouTube para conhecer mais receitas: